9 de dez de 2012

Os significados de “Atar”


Atar significa ligar, prender; ajuntar alguma coisa, cingindo-a com fita, corda, atadura etc. Os dicionários, em geral, fazem derivar o termo do latim aptare, de ato: acomodar, unir, juntar. Francisco de Saraiva Luiz o faz vir do hebraico atar: fechar, tapar, obstruir, o mesmo que no latim obstringere, continere, claudere, praecludere, ligare. Malvenda, referindo-se ao livro bíblico de Juízes, via semelhança entre o termo semítico e o português. Antônio Vieira, por sua vez, o deriva do árabe hata (latim: cingere, circumdare). A padre Vieira, num belo jogo com as palavras atar e desatar, ilustra um pouco os sentidos do termo: “Eu bem sei que as chaves de Pedro também são cadeias, mas cadeias para atar e desatar, e não para ser atado. Notai o texto: Tibi dabo claves regni caelorum. Et quodcumque ligaveris, erit ligatum, quodcumque solveris, erit solutum (Mt. 16, 19): Eu te darei — diz Cristo — as chaves do meu reino, e o que tu atares, será atado, e o que desatares, desatado. — Tal quis o supremo legislador que fosse o governo do seu reino: governo que atasse e desatasse, e não governos que nem atam nem desatam. Mas se os poderes de Pedro eram chaves: Tibi dabo claves, parece que havia de dizer o Senhor: Tudo o que abrires será aberto, e tudo o que fechares será fechado. Por que não diz logo: o que fechares ou abrires, senão o que atares ou desatares? Para mostrar que as chaves que dava a Pedro também eram cadeias, mas cadeias para atar ou desatar a outros, quando quisesse, e não cadeias para estar ele atado, como hoje o vemos: Vinctus catenis duabus” (do “Sermão das Cadeias de S. Pedro em Roma pregado na Igreja de S. Pedro)


---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário