5 de nov de 2012

Saiba a diferença entre “Neolítico” e “Paleolítico”



O termo Neolítico é composto do elemento grego neo: novo, e do sufixo -tico, que traz à idéia de relação. Pela mesma formação temos: neolatino (as línguas modernas derivadas do latim), neologismo (termo recente numa determinada língua), neoliberalismo (doutrina política), neo-ateísmo (nova vertente ateísta com características de militância) etc.  Na concepção da História, Neolítico é sinônimo de Idade da Pedra Polida, que  teria ocorrido entre o ano 10 mil a.C. até cerca de 4 mil a.C., cuja principal característica diz respeito às novas formas de relação do homem com seu meio ambiente, quando este passou a cultivar plantas  e a domesticar animais, exercendo controle sobre suas fontes de alimentação. Segundo historiadores, foi nesse período histórico que o homem inventou a roda, construindo também jangadas e pequenas embarcações. “Seus instrumentos de pedra”, escreve o historiador Armando Souto Maior: “caracterizam-se pelo polimento, fato que justifica a denominação de período da pedra polida dada também a esta fase. A cerâmica também é uma conquista de sua inteligência; já sabe modelar vasos com argila e cozê-los ao fogo, dispondo assim de vários utensílios para a sua cozinha.” Já em relação ao termo Paleolítico, forma-se ele a partir do elemento grego paleo: antigo, e o sufixo –tico (idéia de relação). Por processo semelhante, temos as palavras: paleocristão (os primeiros cristãos), paleontologia (estudo dos fósseis), paleogeografia (estudos das antigas eras geológicas) etc. Na divisão da história o Paleolítico é sinônimo de Idade da Pedra Lascada, que antecede o período Neolítico, e que teria iniciado no surgimento do homem até o ano 10 mil a.C. Uma das principais características desse período diz respeito ao controle do fogo pelo homem. Segundo  Armando Souto Maior: “Nessa fase da Pré-história o homem foi sobretudo um caçador. Sua economia e suas atividades estão sempre ligadas à caça. Sua religião, e sua arte mostram-nos uma cultura de caçador.” 

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário