5 de nov de 2012

Latim: a língua de Roma


Termos e expressões latinas inseridos no contexto histórico do antigo Império Romano e que afloravam os compêndios sobre a grandiosa História de Roma ao longo de sua existência e no decorrer dos séculos póstumos:



Accensu – oficial auxiliar a alto escalão; 
Annus
-  palavra que igualmente significava anel,   e que começava em março. A seguir, vinham: abril, maio. Junho, quintílio, sextílio, setembro, outubro, novembro, dezembro, janeiro e fevereiro;
Argentari
– agentes particulares de câmbio, que possuíam pequenas lojas em ruela próxima ao Foro;
Arvale  - cada um dos doze sacerdotes que realizavam sacrifícios à deusa Ceres ou aos lares, a fim de garantir a fertilidade da terra;
Ariete – pesado tronco com grossa ponta de ferro numa extremidade, em forma de cabeça de carneiro;
Auditoria – instituição para o ensino de Medicina;
Augures – colégio cuja tarefa consistia em sondar as vontades dos deuses no que dizia respeito às decisões graves e serem tomadas pelo governo;
Augustus – que queria dizer, propriamente falando, “o aumentador”.  Trata-se do título dado pelo senado romano a Otávio, que recebeu pleno poderes para governar o Império;
Atelana – de Atela, cidade, e que era um gênero teatral dramático;
Atrium – a primitiva habitação romana, composta basicamente de uma única peça em formato retangular, onde vivia a família;
Aurigae – condutores dos carros puxados por parelhas de cavalos (bigae e quadigae);
Balista – arma utilizada para o lançamento de pedras;
Burgu – “fortaleza”, ou seja, um local fortificado;
Bigae / quadrigae – respectivamente os carros puxados por uma e duas parelhas de cavalos;
Calendas -  uma das divisões dos dias do mês, o primeiro dia;
Capitolium – era o templo dedicado a Júpiter e uma antiga fortaleza;
Caput mundi – a capital do mundo, ou seja a Urbs;
Carcere  - o local do circo de onde saíam os cavalos;
Catapulta – arma utilizada apara arremessar dardos e flechas em linha reta;
Carmins – hinos compostos de fórmulas mágicas que se entoavam durante procissão feita em sentido circular em ocasiões especiais, quando, por exemplo, o exército estivesse prestes a seguir para a guerra;
Centumviru - cada um dos 100 magistrados que compunham um tribunal;
Centuria  - cem soldados de infantaria, os quais eram cedidos por cada uma da cúrias;
Censor – magistrado que cuidava do recenseamento dos cidadãos, eleitos por cinco anos;
Censo – recenseamento e avaliação dos bens dos cidadãos, realizado de cinco em cinco anos;
Circuli – grupos de pessoas que se reuniam para assistir as corridas de carros;
Colegia / sodalittia – colégios onde congregavam indivíduos de uma mesma profissão com o objetivo de protegerem contra a prepotência e adquirirem algumas regalias;
Collegiati – membros do colégio;
Cloaca Máxima – os esgotos de Roma, conduzidos até o Rio Tibre, poluindo a água que seria bebida. O problema levou Ápio Cláudio a construir, em 312, um aqueduto que abastecia a cidade de água fresca e pura;
Concilia plebis – assembléias onde o povo se reunia em tribos para tomas decisões;
Coemptio – ato pelo qual se exteriorizava a compra simbólica da noiva;
Confarreatio – cerimônia nupcial realizada entre os patrícios;
Conscriptus – nome dado ao cavaleiro no dia em  que conseguia chegar a senador;
Consulares – pessoas que tinham sido cônsules e que, por conseguinte, já eram senadores;
Contio – simples reunião na qual um magistrado prestava informações sobre o momento político;
Comitiu – assembléia muito importante, com funções legislativas;
Columbaria – tipo de sepultura usada para enterrar os pobres;
Cohorte – divisão da legião, esta de 6.000 homens;
Cum  manu – ato pelo qual os pais renunciavam a autoridade sobre suas filhas, quando então as davam em casamento;
Curias – modo pelo qual se dividam as tribus, que eram em dez cúrias ou bairros;
Cursus honorum – ao pé da letra: “curso das honras” ou “honrarias””, que era o topo da carreira em que podia chegar os pretores;
Decenviros – grupo de dez legisladores nomeados, os quais, sob a presidência de Ápio Cláudio redigiram o Código das Doze Tábuas, que constituía a base, pública e escrita, do direito romano;
Decuria – grupo de dez cavaleiros com seus ginetes, fornecidos por cada uma das cúrias para compor o antigo exército;
Dies fasti –  “dias de registro”, que foi calendário publicado por Ápio Cláudio, o Cego, o qual indicava os dias em que se podiam disputar as causas que, até aquele instante, os sacerdotes declaravam serem os únicos a saber;
Discerniculu - agulha com a qual as mulheres comprimiam o cabelo;
Ecclesiae – local onde se reuniam os cristãos, a sua igreja;
Edis – responsáveis pela política, equivalentes, hoje, aos vereadores;
Epulae – festividade pública que se realizava durante funeral;
Equitas –  “cavaleiros”, que eram as pessoas ricas provenientes do comércio e da indústria, as quais tinham como principal sonho o desejo de se tornarem senadores;
Factiones – partidos de torcedores e apostadores em corridas de carros;
Fastos – calendário que fazia referência aos dias fastos e nefastos;
Falx muralis – grande foice presa na ponta de um tronco e usada para desunir e arrancar as pedras das muralhas;
Fetiale - sacerdote mensageiro de paz ou de guerra;
Fescenninu – um tipo de verso desregrado do qual diz-se que se originou o gênero sátira;
Flamine – o sacerdote incumbido da realização do culto aos deuses;
Flammeum – véu encarnado usado pelas noivas no dia do casamento;
Foedus – pacto concluído no ano de 493 A.C., que se iniciava com os seguintes termos: “Que reine a paz entre os romanos e todas as cidades latinas enquanto permanecer a mesma posição do céu e da terra..”
Gens – grupo de famílias, o qual remontava a um antepassado comum, que lhe dera o nome. Segundo o historiador Montanelli, era por isso que o recém-nascido recebia, habitualmente, três nomes: o nome individual ou “prenome” (por exemplo: Mário, Antônio etc.), o nome da gens ou “nome”, verdadeiramente falando, e o “cognome”, o de sua própria família. As mulheres não levavam senão o “nome”, isto é, o da gens;
Gemonias – escada pela qual eram arrastados e lançados no rio Tibre os corpos dos condenados, situada no monte Capitólio;
Gramaticus / rhetor – modalidades de ensino correspondentes, hoje, ao curso secundário;
Graecia capta ferum victorem cepit – ao pé da letra: “a Grécia conquistada conquistou seu bárbaro vencedor”. Trata-se do famoso verso de Horácio, que confirmou o temor de Catão sobre a conquista da Grécia pelos romanos;
Gladius – a principal arma;
Hastati – soldados mais jovens e armados de lanças;
Haruspice -   o sacerdote que prognosticava o futuro por meio do exame das entranhas das vítimas;
Hypocaustu - sistema de aquecimento;
Idos – o décimo terceiro ou o décimo quinto dia do mês;
Interrex – chefe que substituía provisoriamente o soberano;
Imperium – autoridade excepcional de que estavam revestidos os ditadores, cônsules e os pretores;
Jure consultum ultimum – decreto especial de salvação pública do qual fazia uso o senado quando se declarava uma crise;
Jus civile – o direito aplicado ao cidadão romano;
Jus gentium – direito aplicados aos demais povos, do qual se fazia uso, por exemplo, para a utilização da escravidão e da propriedade privada;
Jus naturale – o conceito de que, acima do Estado e das instituições, existe um homem;
Lares – os bons espíritos familiares, os antepassados;
Laudatio – discurso fúnebre que se fazia no Fórum em funerais da nobreza;
Latifundia – as grandes propriedades exploradas graças ao trabalho escravo;
Lebensraum – teoria que remetia ao conceito de “espaço vital”, conforme o qual, para viver e respirar, um território necessita anexar territórios contíguos;
Liberales / Sarturnales – festas nas quais os romanos podiam se divertir à larga, momento este o qual, segundo personagem de Plauto: “cada um pode comer o que quiser, ir aonde desejar, e fazer amor com quem escolher, desde que deixe tranquilas as esposas, as viúvas, as jovens e os rapazes”;
Laticlavu – a extensa borda cor púrpura que adornava a túnica de senadores e outros homens nobres;
Lectisternia – “banquete dos deuses”, um tipo de cerimônia religiosa durante as quais as imagens repousavam em leitos;
Lecythu – pequeno vaso utilizado para armazenar unguentos, perfumes ou óleos;
Legatu – representante do senado incumbido de fiscalizar a administração das províncias;
Lecti cubiculares – tipo de leito;
Libri magistratum – anais dos magistrados;
Libertini – filhos dos escravos alforriados ou liberti;
Liburnu – o escravo que carregava a cadeirinha  dos homens ilustres e ricos;
Lictore – oficial que seguia com os magistrados conduzindo um punhado de varas e uma machadinha para cumprir as ordens de justiça;
Ludi – jogos os quais, a princípio, eram realizados em circos e, posteriormente, nos anfiteatros;
Litterator – modalidade ensino correspondente ao ensino primário de hoje;
Lorica – armadura feita de correias trançadas com partes metálicas;
Lupercalia – festas realizadas no dia 15 de fevereiro, nas quais se honravam o deus Luperco ou Pã, a fim de garantir a fertilidade da terra;
Magna Mater – a avó;
Magistri – mestres ou preceptores, habitualmente escolhidos na categoria de libertos (escravos que tinham conseguido a liberdade), os quais, por sua vez, eram selecionados dentre os prisioneiros de guerra, preferencialmente aqueles de origem grega, por serem considerados mais inteligentes e cultos;
Mores maiorum – a antiga matrona romana;
Nobilitas – a  nobreza, formada de famílias patrícias e  plebéias enriquecidas;
Nota censoria – documento pelo qual o censor podia cassar os direitos políticos dos cidadãos;
Novensiles – deuses os quais levados por iniciativa própria pelos estrangeiros a Urbs, a fim de sentir-se menos no exílio e menos desambientados;
Nonas – o quinto ou sétimo dia do mês;
Novena – rigoroso luto religioso de nove dias;
Numina (singular numen) – divindades dos rios, bosques, fogo, caminhos etc.;
Nundina – maneira pela qual se prefigurava o domingo, que acontecia de nove em nove dias, que era o dia em que o camponês deixava o campo para vir à cidade vender ovos e frutas;
Oppia – lei promulgada durante o regime de austeridade, imposta pela ameaça de Aníbal, a qual proibia ao belo sexo os adornos de ouro, os vestidos de cor e o emprego das viaturas;
Oenophoru – pessoa incumbida de servir o vinho;
Ooptimates – membros ilustres da antiga República;
Pax deum – ao pé da letra: “paz com os deuses”, que se obtinha mediante a obediência  aos deuses;
Pecunia -  as primeiras peças de moedas, que traziam impressa a imagem de um animal doméstico;
Patrum auctoritas – consentimento do Senado à nomeação de um novo líder para substituir o soberano falecido;
Pater famílias – o chefe do lar, que tinha poder sobre a mulher, os crianças, os netos e os escravos;
Paganalia – celebração à deusa Ceres;
Panem et circenses – famosa expressão “pão e circo”, com a qual Juvenal satiricamente resumiu as aspirações do povo romano;
Proscripciones – eventos em que se premiavam a quem matasse os partidários de Mário, à época, considerados inimigos públicos;
Publicanu – o responsável pela cobrança de impostos;
Palaestra – local onde se realizavam exercícios físicos ou ginástica;
Palilia – celebração realizada em honra à deusa Pales, a protetora dos pastores e de seus rebanhos;
Paludamentu – um tipo de manto utilizado por generais e imperadores;
Pancratiu – espécie de luta livre com socos;
Pantheon – templo dedicado a todas as divindades;
Patriciu – os nobres entre o povo romano;
Patronu – o defensor ou senhor do que eram  libertados;
Personae gratae – candidatos escolhidos, após consultas aos deuses por um magistrado durante a Assembléia Centuriata;
Pilum – o dardo com um metro e trinta de comprimento e provido de ponta de ferro;
Plebiscitus decretos realizados pelo povo durante comícios, que eram obrigatórias para todos os cidadãos, os quais eram transformados em verdadeiras leis;
Pilanu – soldado munido de seu dardo;
Pomoerium – indivíduos que habitavam a cidade;
Potestas – autoridade dada aos questores, censores e edis, que não possuíam o imperium;
Praetexta – manto de lã usado pelos jovens das famílias  nobres ;
Praetorianu – soldado do imperador;
Praetor urbanus – o juiz da cidade;
Praetor peregrinus – juiz encarregado de julgar os casos entre cidadãos romanos e estrangeiros;
Pretor – oficial que, na antiga Roma, administrava a Justiça;
Plenum – levas de escravos ou estrangeiros que afluíam a Roma após as batalhas, termo do qual surgiu o plebe;
Princeps – título tomado Otávio antes de se glorificado como “Augusto”; dessa palavra teve origem ao príncipe: o primeiro entre os cidadãos romanos;
Proletariu –  a classe mais baixa da população, a mais pobre entre todas;
Romani quiriti – referência ao povo nascido sob a fusão do governo de Rômulo  Tácio, quando começaram ser chamados de rei;
Ramalia – celebração da agricultura e da vinha;
Retiari – homens armados com pesadas redes e tridentes;
S.P.Q.R. - Senatus Populus Que Romanus – ou seja: o Senado e o Povo Romanos;
Sacrificulu – pessoa incumbida de auxiliar aquele que sacrificaria suas vítimas;
Saliu - cada um dos doze sacerdotes do deus Marte, os quais eram incumbidos da guarda dos escudos sagrados;
Seviru – membro de uma corporação formada por seis pessoas;
Scyphu – um tipo de vaso fundo utilizado para beber;
Senatus consultum – decisão resultante das votações dos senadores em determinada questão;
Sine manu – modalidade de casamento no qual a mulher não ficava sujeita ao pátrio poder do marido, permanecendo a pertencer à família paterna e gozando de relativa liberdade;
Socii navales – tripulações de navios constituídas de aliados;
Scutum – escudo;
Senatus-consultus – reuniões realizadas pela assembléia de senadores no Fórum;
Supplicationes – preces públicas;
Stipendium – soldo introduzido no exército por Marco Fúrio Camilo, quando até então os soldados eram obrigados a servir gratuitamente;
Stola – espécie de túnica ampla com duas faixas, tendo na orla inferior um enfeite chamado instita, e que era utilizada pelas mulheres;
Tablinum – pequeno gabinete de trabalho do dono da casa;
Templu – local sem cobertura consagrado pelos augures;
Thermas - local público para banhos;
Triclini – espécies de divã de três lugares, onde, deitados, consumiam determinada refeição;
Tepidariumcalidarium / laconium – liturgia de banho, sendo, respectivamente: recipiente de água morna, água quente e  vapor fervente, este último com a novidade oriunda da Gália, o sabão;
Tignarii – colégios formados por carpinteiros;
Tormenta – o parque de artilharia formado de máquinas muito primitivas, inferiores às usadas pelos gregos;
Tibicines - colégios formados por flautistas;
Tribunu – o  magistrado que representava o povo junto ao Senado;
Tribu – modo pelo qual se dividia as cidades. Eram três as tribus: os latinos, os sabinos e os etruscos;
Triumphu – entrada vitoriosa dos generais;
Turma - grupo de 30 cavaleiros;
Tu quoque, Brutus? – traduzido por: “Até tu, Brutus, meu filho”. Frase famosa atribuída a César quando este fora vítima de uma conspiração por membros da antiga oligarquia senatorial, especialmente Caio Cássio Longino e Marcus Brutus, este seu protegido e amigo;
Urbanicianu - soldado da antiga  guarnição;
Velites – tropas auxiliares, geralmente de cavalaria;
Vae victis – famosa frase pronunciada por Breno, que significa: “infelizes dos vencidos”.

---
É isso!

___
Referências bibliográficas

1. Indro Montanelli: “História de Roma”. IBRASA – Instituição Brasileira de Difusão Cultural. Tradução: Luiz de Moura Barbosa. São Paulo, 1961;

2. Aurélio Buarque de Holanda: “Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa”. Editora Positivo. São Paulo, 2004.

3. Armando Souto Maior:  “História Geral”. Editora Nacional, 18ª. São Paulo, 1976.

Nenhum comentário:

Postar um comentário