23 de nov de 2012

Os sentidos de “Caos”


A palavra caos vem do latim chãos: confusão, inferno, escuridão, que deriva de um verbo grego, que significa estar aberto.  Na mitologia, era a primeira matéria na qual estavam reunidos os princípios ou essências do todos os seres. Quando Demogorgon, ou seja a Natureza, criou o caos, separou os elementos, colocando cada corpo no lugar correspondente, o que culminou na criação do mundo. Volatire cita esse mito em um de seus contos (“Sonho de Platão): “Demogórgon recebeu, como partilha a porção de lama que se chama a terra; e, tendo-a arranjado tal como hoje a vemos, julgava ter feito uma obra-prima.” Em seu “Dicionário de Mitologia Grega e Romana”, Georges Hacquard afirma que os antigos adeptos do Orfismo,  atribuíam ao acasalamento do Caos infinito com Éter (finita), o aparecimento do ovo cósmico de onde terá saído o primeiro ser. Segundo ele, o caos, no conceito grego, significa, literalmente, a vida infinita, anterior à criação e contendo em si todas as possibilidades. Entretanto, por confusão com o verbo cheo (derramar), pode-se igualmente considerar o Caos como sendo a matéria inerte, derramada no espaço. 


---
É isso! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário