25 de nov de 2012

O que é "Elegia"


Elegia, do latim elegia  (elegiacum carmen, poema moestum, carmen lúgubre), é um certo gênero de poesia em que se narra coisas tristes e lamentosas, composto de versos hexâmetros e pentâmetros alternados. Ou, na definição do Michaelis: poema pequeno, consagrado ao luto ou à tristeza.  Abaixo segue um exemplo de Bocage, que versa sobre a trágica morte de Maria Antonieta, que foi guilhotinada aos 16 de Outubro de 1793.

À TRÁGICA MORTE DA RAINHA  DE FRANÇA, MARIA ANTONIETA

Século horrendo aos séculos vindouros,
Que ias inútilmente acumulando
Das artes, das ciências dos tesouros:

Século enorme, século nefando,
Em que das fauces do espantoso Averno
Dragões sobre dragões vêm rebentando:

Marcado foste pela mão do Eterno
Para estragar nos corações corruptos
O dom da humanidade, amável, terno.

Que fatais produções, que azedos frutos
Dás aos campos da Gália abominados,
Nunca de sangue, ou lágrimas enxutos!

Que horrores, pelas Fúrias propagados,
Mais e mais esses ares enevoam
Da glória longo tempo iluminados!

Crimes soltos do Inferno a Terra atroam,
E em torno aos cadafalsos lutuosos
Da sedenta vingança os gritos soam.

Turba feroz de monstros pavorosos
O ferro de ímpias leis, bramindo, encrava
Em mil, que a seu sabor faz criminosos.

A brilhante nação, que blasonava
D'exemplo das nações, o trono abate,
E de um senado atroz se torna escrava.

Por mais que o sangue em ondas se desate
Nada, nada lhe acorda o sentimento,
Que as insanas paixões prende, ou rebate;

Vai grassando o furor sanguinolento,
Lavra de peito em peito, e de alma em alma,
Qual rubra labareda exposta ao vento:

Não cede, não repousa, não se acalma,
E a funesta, insolente liberdade
Ergue no punho audaz sanguínea palma.

Bárbaro tempo! Abominosa idade,
Às outras eras pelos Fados presa
Para labéu, e horror da humanidade!

Flagelos da virtude, e da grandeza,
Réus do infame e sacrílego atentado
De que treme a Razão, e a Natureza!

Não bastava esse crime?... Inda o danado
Espírito, que em vós está fervendo,
A novos parricídios corre, ousado?...

---

É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário