6 de out de 2015

O que é Advérbio

Advérbio, do latim, adverbium, é composto de ad e verbum, ad-verbum, significando: colado, arrimado, junto (ao verbo). Gramaticalmente, diz-se  do termo invariável que expressa uma circunstância do verbo ou a intensidade da qualidade dos adjetivos ou reforça outro advérbio e, em alguns casos, altera substantivos. Exemplos: Talvez ela volte / A sobremesa era muito gostosa / Ele corria apressadamente / A cantora estava meio nervosa.

Exemplos de uso:
– Espantosamente, loucamente... Qual! Não há advérbios...” (Eça de Queiróz: “A Cidade e as Serras”). / “Felizmente — ah! um felizmente neste último capítulo de um caipora, é, na verdade, uma anomalia; mas vão lendo, e verão que o advérbio pertence ao estilo, não à vida; é um modo de transição e nada mais” (Machado de Assis: “Histórias sem data”). “Eu disse triplicemente, e para mostrar os fundamentos da aplicação do advérbio basta-me declinar os nomes dos florescentes lojistas franceses que celebrizaram essa casa” (Joaquim Manuel de Macedo: “Memórias da Rua do Ouvidor”).


É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário