16 de dez de 2012

Do “Baixo-clero” ao “Baixo-povo”


Segundo Francisco de Saraiva Luiz, a expressão baixo-clero é de origem francesa bas clergé, e foi assim denominada, diz ele, por soberba dos franceses, para diferenciá-lo do seu alto-clero. A expressão equivaleria, no português, a:  pastores da segunda ordem, prelados menores etc. Pelo mesmo processo linguístico, temos as expressões: baixo-latim, que é o latim medieval, usado principalmente como língua escrita, em substituição às novas línguas nacionais, que eram apenas orais, dos países da Europa ocidental; baixo-império, que era Império Romano do Oriente, e que, figurativamente, denota uma época de decadência e desmoralização; baixo-alemão, que, segundo Houaiss, é o grupo de dialetos germânicos ocidentais oriundos do alto-saxão e ainda falados (mas com pequena literatura) nas terras baixas do Norte da Alemanha. Antigamente, em Portugal, fazia-se uso, também, da expressão francesa baixo-povo (bas peuple), sinônimo de: plebe, gentalha, povo miúdo, gente baixa etc.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário