19 de nov de 2012

Quem eram os “Templários”?



A palavra templário provém do latim medieval  templarius: Ordem dos Templários ou Cavaleiros do Templo. A razão de serem assim chamados foi pelo fato de terem o seu primeiro domicílio próximo ao templo de Salomão.  No tempo das Cruzadas alistavam-se nas bandeiras da fé os cavaleiros mais ilustres da cristandade, dentre os quais se destacavam os Templários, que se incumbiam da defesa do Templo de Jerusalém. O chefe desta corporação religiosa e militar, instituída por São Bernardo no princípio do século XII, tinha o título de Grão-Mestre. Findadas as Cruzadas pelo falecimento de Luiz, rei da França, retiraram-se os Templários para os palácios que haviam construídos com as riquezas trazidas das guerras contra os “infiéis”, onde viveram por muito tempo. Porém, como Filipe o Belo, vendo neles um perigo ao Estado, mandou prendê-los todos, que foram condenados pelo papa Clemente V no concílio celebrado em 1310. Cinquenta e quatro cavaleiros, dos quais o Grão-Mestre, foram queimados publicamente em Paris, no mesmo lugar em que depois se elevou a estátua de Henrique IV. A Ordem foi abolida em todos os países cristãos, e confiscados os seus bens. 

---
É isso!  

Nenhum comentário:

Postar um comentário