19 de nov de 2012

O que significa “Esponsais”?



O termo esponsais, do latim sponsalia, sponsalium, é a promessa solene do futuro matrimônio, o contrato de casamento. Entre os romanos, os esponsais precediam de poucos dias o casamento; escreviam-se as convenções matrimoniais num registro público, e selavam-na ambas as partes com o seu anel: o homem dava como sinal á mulher um anel de ferro, sem pedra preciosa, chamado pronubium. Exemplos: de Júlio Diniz, em “As Pupilas do Senhor Reitor”: “Como tinha conjeturado, o projeto passou sem oposição da parte de José das Dornas, que antes ficou muito contente com a novidade. Somente pediu o adiamento da época dos esponsais, para quando chegasse do Porto, Daniel, que devia, naquele ano, terminar a sua formatura na escola de medicina na cidade  invicta”; de Bernardo Guimarães, em “O Garimpeiro”: “Em casa do Major nesse dia também a reunião era mais numerosa e animada do que de ordinário, não só por ser o dia que era, como também por se darem ali como umas festas esponsais, em que se iam de uma vez para sempre confirmar as solenes e recíprocas promessas do casamento de Lúcia e Leonel”; de Lima Barreto, em “Marginalia”: “A moça aceitou o pedido com repugnância e impôs que o seu palácio e residência fosse decorado e guarnecido como se se tratasse de um luto e o casamento se fizesse de preto. A condição foi aceita e assim os esponsais foram realizados”; de Júlia Lopes de Almeida, em “A Viúva Simões”: “Encostou-se ao umbral. Não passava ninguém, a casa parecia deserta; a viúva recobrou alento e atravessou o corredor, descalça, com os artelhos nus, pensando em ir encontrar a filha amortalhada, no cetim branco das esponsais, com a grinalda de virgem e o véu castíssimo esparso em ondas sobre as suas opulentas tranças loiras...”

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário