5 de nov de 2012

O que significa “Catinga”?


O termo catinga tem origem no guarani (língua indígena), de kati,  que significa: cheiro pesado, cheiro forte, e ykatyngaí: fede mal.  Catinga é, pois, o odor forte e desagradável que é exalado do corpo humano. Exemplos da Literatura: Inglês de Sousa: “O Missionário”: “A vista do lago recordava-lhe o tempo passado sob os castanheiros frondosos, à margem dos rios sertanejos, na delícia do viver alegre e despreocupado, passando os dias na colheita, a regalar-se de castanhas e de peixe fresco, de ovos de tartaruga desenterrados da areia com alvoroço de criança, as noites nas festas ruidosas dos lundus e dos cateretês que iam até ao amanhecer, ao som dos instrumentos primitivos dos tapuios, ao perfume irritante da aguardente de mandioca e da catinga das mulatas, enquanto a família dormia em alvas redes de linho, nas barracas improvisadas, cansada de vagabundear na extensão das praias em busca de ovos de garças e de maguaris.” José de Alencar: “O garatuja”: “— E foi um maldito cigano que o trouxe! Eu bem o vi pelo buraco da rótula quando passou cosido num couro de bode e então deitava uma catinga de enxofre”. Monteiro Lobato: “O Saci”: “— Cuidado! — disse ele. — Estou sentindo catinga de lobisomem. Meu faro nunca se engana...”. Júlia Lopes de Almeida: “A Falência”: “Foi ao fragor dessas invectivas que Ruth se despediu da velha, deixando-a sozinha no seu casarão, onde as catingas do rato e do mofo vagavam conjuntamente”. 

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário