12 de nov de 2012

Etimologia do “Coração”


Segundo Javier Botella de Maglia, da Unidade de Medicina Intensiva do Hospital La Fé (Valencia, Espanha), em seu belo artigo “Etimología del corazón”, a palavra coração, em sânscrito é hrid, a qual, conforme o médico e poeta chileno Hernán Baeza  significa “saltador”, em referência aos “saltos” que o coração realiza em resposta aos esforços e as emoções do dia-a-dia. Em português, coração vem do latim cor, da qual derivaram: coeur, em francês; cuore, em italiano; e corazón, em espanhol. Todas elas ramificações do latim. Uma exceção entre as línguas neolatinas recai sobre o romeno, que escreve inima, associado ao termo latino anima: alma. Com a mesma raiz latina cor, tem origem às palavras: acorde, acordo, concordar, concordância, concórdia, discordar, discórdia, corado, coragem, coral, cordial, cordialidade, recordar, recordação, entre muitas outras. Uma curiosidade diz respeito à expressão portuguesa “saber de cor”, ou seja: saber de memória, isso porque os romanos acreditavam que o coração, muito mais do que a fonte da sensibilidade, era também a nascente da memória. Muitas são as expressões criadas a partir da palavra coração. Dentre elas podemos citar: “coração de ouro” (pessoa bondosa), “coração de pedra” (pessoa insensível), “abrir o coração” (desabafar com alguém alguma coisa), “com o coração na mão” (falar com sinceridade), “de cortar o coração” (algo que comove), “de todo o coração” (com afeição) etc.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário