22 de out de 2012

O que á “Analogia”


Analogia, que é, grosso modo, a relação de semelhança entre coisas que têm alguns traços em comum, tem origem no grego analogia, formado do verbo analogizomai (comparar) + ana: (entre) + logos, ratio (razão, proporção, semelhança). Analogia equivele, pois, a entre-relação: a relação ou proporção que algumas coisas tem com outras. O Dicionário Aurélio dá os seguintes sentidos ao termo, entre outros: ponto de semelhança entre coisas diferentes, identidade de relações entre os termos de dois ou mais pares, semelhança entre figuras que só diferem quanto à escala, semelhança de função entre dois elementos, dentro de suas respectivas totalidades. Em seu importante “Dicionário de Filosofia”, José Ferrater Mora tece o seguinte comentário sobre a acepção filosófica do termo: “É, em termos gerais, a correlação entre os termos de dois ou mais sistemas ou ordens, isto é, a existência de uma relação entre cada um dos termos de um sistema e cada um dos termos do outro. A analogia equivale então à proporção. Falou-se também de analogia como semelhança de uma coisa com outra, da similitude de uns caracteres ou funções com outros. Neste último caso, a analogia consiste na expressão de uma correspondência, semelhança ou correlação. Precisamente em virtude das dificuldades que este último tipo de analogia oferece, houve frequentemente a tendência para sublinhar a exclusiva referência da analogia às relações entre termos, isto é, à expressão de uma similaridade de relações.”


---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário