21 de fev de 2012

O que é ser “Hedonista”


O hedonismo (do grego hedoné: prazer) é a doutrina que afirma constituir o prazer o fim da vida. O hedonista, portanto, é a pessoa que faz do prazer o seu objetivo supremo ou primordial. Maria Lúcia de Arruda Aranha, em seu livro “Temas de Filosofia”, pensando o termo para as saciedades modernas, escreve: “Em um sentido bem genérico, podemos dizer que a civilização contemporânea é hedonista quando identifica a felicidade com a aquisição de bens de consumo: ter uma bela casa, carro, boas roupas, boa comida, múltiplas experiências sexuais. E, também, na incapacidade de tolerar qualquer desconforto, seja uma simples dor de cabeça, seja o enfrentamento sereno das doenças e da morte.” Discorrendo sobre a doutrina de Hume, afirma David Walter Hamlyn, em sua obra “Uma História da Filosofia Ocidental”: “Dessa maneira, como outros filósofos de seu tempo, Hume tinha uma teoria de sentimentos morais, que se radica na natureza do homem. Hume foi simultaneamente hedonista e utilitarista, no sentido em que considerava prazer e dor como condicionadores de ação e sustentava que nossa estimativa do certo ou errado de uma ação é função da extensão em que acreditamos que tal ação ocasiona felicidade ou prazer.”

---
É isso!

Um comentário:

  1. O hedonismo (do grego hedonê, "prazer", "vontade") é uma teoria ou doutrina filosófico-moral que afirma ser o prazer o supremo bem da vida humana. As pessoas hoje querem ter prazer pra tudo: pra comer, pra dormir, pra trabalhar, pra ler, para aprender... de repente até para morrer.
    "Fazer" e "ter" por necessidade ou por prazer?

    ResponderExcluir