3 de jun de 2010

O significado dos nomes de alguns Estados Brasil


ACRE - A quem diga que tal nome originou-se de um erro de decifração de uma carta. Diz-se que um comerciante chamado João Gabriel de Carvalho Melo escreveu uma carta a uma autoridade solicitando mercadorias. Na carta constava “rio Aquiri” e, como tal autoridade não entendeu a grafia, usou uma palavra que se aproximava do nome, ou seja “Acre”.

AMAPÁ- Do tupi: ama’pa: nome de uma árvore.
AMAZONAS - Diz-se que, em 1541, o capitão Francisco Orelhana encontrou junto à Foz do Nhammundá uma tribo de índias guerreiras com a qual travou luta, o que lhe inspirou a dá o nome das mitológicas amazonas de Termodunte.
BAHIA - Recebeu esse nome por causa de sua extensa enseada. O “h” existente no nome não possui nenhum valor etimológico, mas apenas histórico. Baía nada mais é do que uma reentrância numa costa, menor que um golfo, ou uma lagoa comunicante com um rio. A designação “de todos os santos, dada à Bahia, remonta ao fato de tal localidade ter sido descoberta no dia de Todos os Santos (1° de novembro de 1526).
GOIÁS - Do tupi: gwaya (guaiás): “gente semelhante, da mesma raça”. Os guaiás eram índios.
MINAS GERAIS - Tal nome foi conseqüência do muito ouro existente na região.
PARÁ - Do tupi: pa’rã: “mar”.
PARAÍBA - Do tupi: pará = “rio, mar” + aiba = “ruim, impraticável, imprestável”.
PARANÁ -Do tupi: pará = “mar” + = “semelhante”, ou seja: “semelhante ao mar”.
PERNAMBUCO - Do tupi: para’nã = “rio caudeloso” + pu’ka (de pug) = “furar, rebentar”, ou seja: “rio ou mar furado”.
PIAUÍ - Do tupi: pi’au, provavelmente “peixe grande”.
RIO DE JANEIRO - Recebeu esse nome pelo fato de ter sido descoberto em 1° de janeiro.
RONDÔNIA - Nome dado em 1945 por Roquette Pinto, em homenagem a Rondon.
TOCANTINS - Do tupi: tu’kã tim: “bico, nariz ou cabeça de tucano”.
SERGIPE - Do tupi: si’riupe: “no rio dos siris”.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário