1 de mai de 2010

Os curiosos significados dos nomes de algumas Personagens Bíblicas


A Bíblia sempre foi a fonte por excelência da Antroponímia dos povos ocidentais. Muitos dos nomes que aparecem nela, embora de uso bastante comum, têm seus significados desconhecidos, inclusive por alguns que deles fazem uso. Vejamos três exemplos:

ABEL - Tal nome, do hebraico Hevel, significa suspiro, sopro, neblina, vapor, hálito, fumaça. A palavra hebraica hevel aparece em Eclesiastes com o sentido de vaidade (latim vanitas): “Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade” (Ec. 1:2). Segundo alguns teólogos, tal nome foi como uma forma de reconhecimento pela fragilidade e brevidade da vida humana, uma vez que Abel, segunda a tradição judaica, foi o primeiro homem a experimentar a morte.

ADÃO - O nome Adão (Adam) origina-se da palavra hebraica adamah, literalmente: solo, terra, como demonstração de que o homem veio do pó da terra. Alguns traduzem por o terroso ou o arruivado; outros por homem de terra vermelha ou homem, simplesmente. Adam é cognata hebraica às palavras adom (vermelho) e dam (sangue).

PEDRO - O nome Pedro é a tradução grega (Petros) do nome aramaico Kepha (Cefas). Tanto no aramaico quanto no grego significam rocha ou pedra. Dessa mesma estirpe etimológica grega originam-se as palavras: petróleo, petrificado, pedrês, empedernido, empedrar, pétreo, pedroso, pedregoso, pedregulho, pedregal, pedreiro etc.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário