5 de nov de 2012

Nomes Próprios e seus “outros sentidos”



A capacidade do ser humano em criar novas linguagens, em atribuir novos significados às palavras já consagradas nos seus sentidos originais, é simplesmente fantástica. Haja vista, por exemplo, os sentidos construídos a partir de simples nomes de pessoas, como no caso do nome João,  que, para o nosso grande jogador Garrincha (Manuel Francisco dos Santos) passou a significar, na sua linguagem, um jogador que podia ser facilmente driblado, que não resistia às suas maravilhosas fintas. Temos também o apelido Mané, que denota um indivíduo inepto, desleixado e negligente. E ainda Zé Mané, que é um Zé Ruela,  o mesmo que Bunda-Mole:  um indivíduo sem capacidade para tomar iniciativas, ou seja: um reles Zé Ninguém. Chico não é apenas o hipocorístico de Francisco, é também a menstruação, o bode, o boi, a regra. Zé Povinho, que no início de século XX era o Zé Povo, diz respeito à ralé, à camada mais baixa da sociedade. Patricinha (diminutivo de Patrícia) é a mocinha consumista, que esnoba no vestuário. De Maria temos: Maria-mijona: a mulher (ou criança) cujo vestido ou saia tem aspecto deselegante e bem mais comprido do que aquele padronizado pela moda; Maria-vai-com-as-outras: a pessoa  destituída de vontade e opinião próprias, que se deixa levar pelo que dizem os outros; Maria Chuteira: a mulher que procura se destacar na sociedade ou que busca se dá  bem financeiramente por meio de namoro ou casamento com jogador de futebol; Maria Gasolina: aquela mulher que só namora com homem que possui carro. Bráulio consagrou-se como o órgão sexual masculino após propaganda do governo a favor do uso da camisinha. A mesma propaganda (comercial televisivo de 1984) consagrou Fernandinho (diminutivo de Fernando) como o cara elegante, que se veste bem e que tem sucesso. Ricardão (aumentativo de Ricardo) é o cara que come sua melhor enquanto você se mata de trabalhar ou enquanto você está tomando uma “breja” no bar da esquina etc.

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário