13 de nov de 2012

A etimologia do mês de “Dezembro”



Chama-se assim este mês, por ser o décimo do ano de Rômulo. O imperador Cômodo quis dar-lhe o nome de Amazona, em honra de uma dama romana, de quem trazia o retrato num anel, vestida de amazona. Não vingou a idéia; e mais tarde tornou a dar-se-lhe o nome de dezembro, posto que fosse o duodécimo mês do ano. Era consagrado a Vesta. Em Dezembro, celebravam os romanos muitas festas importantes; as Faunaes no dia 5, que se faziam nos campos, em honra dos Faunos; as Brumaes, no dia 14, em honra de Baco; as Saturnaes, em honra de Saturno, que foram estabelecidas em Roma no ano 237 da sua fundação. Estas festas duravam primitivamente só um dia; e Augusto mandou que se celebrassem por espaço de 3 dias, começando no dia 17; Calígula acrescentou mais uma festa, que denominou Juvenalis ou festa da juventude, em honra da deusa Juventa, a quem ofereciam as primícias da barba, que queimavam num fogo para este fim destinado. Instituídas em memória da igualdade, que reinava na terra, nos dias de Saturno, eram festas que se calibravam com grande regozijo. Enquanto elas duravam, estavam fechados os tribunais: havia férias nas escolas, não era permitido fazerem-se guerras, nem executar os criminosos: e dava-se inteira liberdade aos escravos.  As Saturnaes, celebradas a principio com ordem e dignidade, degeneraram em breve, praticando-se nelas os mais espantosos excessos.

---
É isso!

___
Referência Bibliográfica:
Almanach familiar para Portugal e Brazil: 1º anno, publicado por: Gualdino Valladares e Augusto valladares. Tipografia de A.B. da Silva. Braga, 1868.

Nenhum comentário:

Postar um comentário