18 de fev de 2012

De onde vem a “Superstição"?


A palavra superstição provém do latim Supers estitio, e, segundo os dicionários denota um sentimento religioso excessivo ou errôneo, que muitas vezes arrasta as pessoas ignorantes à prática de atos indevidos e absurdos. Outros sentidos são dados ao termo: falsa idéia a respeito do sobrenatural; temor absurdo de coisas imaginárias; prática supersticiosa; crendice, preconceito; dedicação exagerada ou não justificada, entre outros. Em seu livro “Crendices: suas origens e classificação”, Getúlio César, faz a seguinte ponderação sobre a pessoa supersticiosa: “O supersticioso teme os abusos que ele mesmo cria. Nos “seus momentos de vacilações, esmiúça as coincidências, compara fatos, torna-se analogista, para depois temer e valorizar a subjetividade da crença estranha que surge das suas estranhas e doentias conjecturas.”

---
É isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário